Eowyn e o Nazgul

Desde há muito que a literatura de fantasia está no topo das minhas preferências literárias. Infelizmente, durante muitas décadas não foi possível encontrar versões nacionais de muitos dos grandes títulos internacionais. Hoje, porém, assistimos ao movimento inverso com a publicação desmesurada de milhentos títulos do género. Como tantas vezes acontece, este incremento do número de publicações não corresponde a uma melhoria da qualidade das mesmas. Torna-se, assim, imprescindível manter alguma organização nos títulos que se vão lendo e adquirindo, por forma a evitar encher as prateleiras e a cabeça com obras cujo valor literário é, no mínimo, discutível.

Aqui ficam, então, as minhas escolhas.

O que estou a ler:

Os já lidos:

  • Trilogia O Senhor dos Anéis, J. R. R. Tolkien, 1954
  • Série Harry Potter, J. K. Rowling, 1997
  • O Hobbit, J. R. R. Tolkien, 1937
  • Série As Crónicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, 1996
  • O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, C.S. Lewis, 1950
  • O Mago, Raymond E. Feist, 1982
  • Eragon, Christopher Paolini, 2002
  • Trilogia Mundos Paralelos, Philip Pullman, 1995
  • Trilogia O Elfo Negro, R. A. Salvatore, 1990
  • O Feiticeiro e a Sombra, Ursula K. Le Guin, 1968
  • O Silmarillion, J. R. R. Tolkien, 1977
  • Crónicas Dragonlance, Margaret Weis & Tracy Hickman, 1984
  • Alice No País das Maravilhas, Lewis Carrol, 1865
  • A Cor da Magia, Terry Pratchett, 1983
  • As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley, 1983
  • O Voo do Dragão, Anne McCaffrey, 1968
  • Drácula, Bram Stoker, 1897
  • A Missão de Sabriel, Garth Nix, 1995
  • O Nome do Vento, Patrick Rothfuss, 2007

Os debaixo de Olho:

  • Série A Roda do Tempo, Robert Jordan, 1990
  • Trilogia A Saga do Assassino, Robin Hobb, 1995
  • As Crónicas de Âmbar, Roger Zelazny, 1970
  • Era Uma Vez em Watership Down, Richard Adams, 1972
  • Crepúsculo, Stephenie Meyer, 2005
  • Deuses Americanos, Neil Gaiman, 2001
  • Artemis Fowl – O Ouro das Fadas, Eoin Colfer, 2001
  • Entrevista com o Vampiro, Anne Rice, 1976
  • Charlie e a Fábrica de Chocolate, Roald Dahl, 1964
  • A Quinta dos Animais, George Orwell, 1945
  • Bons Augúrios, Neil Gaiman & Terry Pratchett, 1990
  • Neverwhere – Na Terra do Nada, Neil Gaiman, 1997
  • O Deus das Moscas, William Golding, 1954
  • Odisseia, Homero, -800
  • Mort, Terry Pratchett, 1987
  • A História Interminável, Michael Ende, 1979
  • O Rei que Foi e um Dia Será, T. H. White, 1958
  • Inkheart – Coração de Tinta, Cornelia Funke, 2003
  • Crónicas de Prydain, Lloyd Alexander, 1964

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.