Embora a genealogia sempre me tenha cativado, o primeiro passo na minha investigação tardou. Apenas em 2002 iniciei este estudo de forma concreta, estruturada e documentada. De então para cá, tenho vindo a descobrir centenas de antepassados, dezenas de surpresas, um poço sem fim de curiosidades e o desejo incessante de ir mais além.

A investigação genealógica é um trabalho de paciência, com muitas frustrações à mistura mas, também, com surpresas inesperadas e momentos de pura satisfação.

Registo de casamento dos meus nonos-avós, Manuel Simões “Espada Larga” e Maria Dinis, em 1663

 

Estou a preparar um site com todas as largas centenas de antepassados que tenho devidamente identificados, com a documentação devida e as fontes respetivas. Em breve estará disponível.

Close Menu