Naufrágio em São Martinho do Porto em 1685

Naufrágio em São Martinho do Porto em 1685

Transcrição de um assento do livro de óbitos de São Martinho do Porto, Alcobaça, 1666-1733, disponível no Arquivo Distrital de Leiria e, online, aqui.

Em os trinta e um dias de Janeiro da era de mil seiscentos e oitenta e cinco anos, sucedeu um lastimoso naufrágio na barra desta vila de São Martinho. E foi que em tal dia, que foi quarta-feira dia de São Pedro, (…) saíram as barcas desta dita vila, de tarde, a pescar os congros, sendo o mar muito chão e mareante, cedo se veio o mar levantando, pela qual cousa se vieram recolhendo as lanchas, e as que vieram primeiro encontraram a terra mas já com risco por ser já de noite. E vindo a lancha que era de Domingos Duarte e Domingos da Silva, chegando à barra já muito de noite e também escuro, acometeu à barra e lhe deram uns mares que a fizeram em bocados e, de sete homens e um rapaz que nela vinham, somente se salvou Domingos Duarte, que era o que vinha ao leme, e o rapaz, Miguel, filho de Manuel Luís. E os que morreram são os seguintes:

  • Domingos da Silva, casado com Maria de Almeida, o qual tinha um terço na lancha, morador nesta vila;
  • Manuel de Almeida, casado com Maria Gomes, também morador nesta dita vila;
  • Manuel Luís, casado com Ana Henriques e morador no Casalinho, junto a esta vila;
  • Francisco Cavaleiro, casado com Maria Batista, morador nesta vila;
  • Sebastião de Almeida, solteiro, filho de Isabel de Almeida, viúva, morador nesta vila;
  • Domingos Jorge, casado com Catarina Costa, moradora nesta vila.

E de todos estes seis que morreram, somente saiu o corpo de Francisco Cavaleiro à praia desta vila, no domingo seguinte. E está sepultado no adro  da Igreja Matriz para a parte do norte. E até hoje, vinte de fevereiro, dia em que fiz este assento por esperar se saía algum corpo, não apareceu nenhum. Seja Deus bendito e louvado e lhe tenha suas almas no céu e livre a todo o fiel cristão de tamanho perigo. São Martinho, dia e era est supra. Manuel Pinto de Abreu

Deixar uma resposta

Close Menu