Tem sido habitual, no Pinhal do Rei, optar-se pela renovação florestal através de um processo natural. Quando chega a altura para um corte final em determinado talhão (corte efetuado de 80 em 80 anos), são selecionadas uma ou duas árvores que, pelas suas caraterísticas, possam vir a produzir descendentes de elevada qualidade. Muitas vezes estas árvores-mãe que se destacam na paisagem do Pinhal, sobrevivem a vários cortes consecutivos tornando-se gigantes da floresta e autênticos monumentos vivos.

Como resultado deste processo de seleção artificial que tem vindo a ser efetuado ao longo dos séculos, a madeira de pinho proveniente do Pinhal do Rei tem uma qualidade muito elevada. Em média, este Pinhal rende cerca de 1,8 milhões de euros anuais ao estado português.

Pinheiro sementão do Pinhal do Rei
Pinheiro sementão no Pinhal do Rei, através de uma composição de 5 fotografias.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close Menu