Dia 1

Sessão de abertura. Paulo Santos, presidente do FAPAS
Millennium Ecosystem Assessment: um ponto de viragem. Vânia Proença, Universidade de Lisboa
Conservação em áreas marinhas protegidas. Lições do Parque Marinho Luis Saldanha. Alexandra Cunha, Universidade do Algarve.
Conservação do património biológico das Berlengas, reserva mundial da biosfera. Paulo Maranhão, Instituto Politécnico de Leiria.
Espécies invasoras nos mares de Portugal. Causas e Consequências. Francisco Arenas, CIIMAR, Universidade do Porto.
Biologia, ecologia e factores de ameaça aos morcegos. Hugo Rebelo e Francisco Amorim. CIBIO, Universidade do Porto.
Morcegos em agro-ecossistemas: conciliar a gestão da paisagem e a conservação de espécies coloniais. Ana Raínho, ICNB.
O papel das instituições, empresas, ONG's e a sociedade civil no Desenvolvimento Sustentável. Nuno Carvalho, OIKOS.

Dia 2

Educação para o Desenvolvimento Sustentável: o que falta ainda fazer? Elisabeth Silva, Comissão Nacional da UNESCO
Contribuição da ilustração científica para a Conservação da Natureza e Educação Ambiental. Marcos Oliveira, ilustrador.
Hortas pedagógicas urbanas. Elisabete Alves, Fundação Serralves.
Atelier de líquenes da floresta como bioindicadores. Sofia Vaz, FAPAS.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close Menu